No Senado, Fenajud debate “A Previdência social que queremos”
O presidente da Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados), Luiz Fernando Souza, junto com o Secretário-Geral da Federação, Marcos Fabre, participou da audiência pública “A Previdência Social que queremos”, na última quinta-feira (23). O evento foi promovido pela Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, no auditório Petrônio Portela, do Senado Federal.
 
Na oportunidade, os participantes criticaram a nova campanha do governo sobre a reforma da Previdência, que ataca o funcionalismo público, com o intuito de vilanizar os servidores, sugerindo que esses são a parte privilegiada dos brasileiros. Para a Fenajud, é importante informar a sociedade que esses argumentos são mentirosos.
 
Luiz Fernando, ao se pronunciar, alertou sobre a importância das mobilizações e mostrou aos presentes as ações que a Federação tem feito para impedir a aprovação da matéria, como: a instalação de outdoor, propaganda em ônibus que circulam no centro de Brasília, cartazes, campanha nas redes sociais, mobilizações e acompanhamento da pauta no Congresso Nacional.
 
Além disso, Luiz disse que “a Fenajud tem convocado insistentemente os sindicatos filiados, ou não, à entidade para aderirem a campanha contra a reforma da previdência. O incentivo é para que promovam ações principalmente nos Estados, como visitas aos escritórios locais dos parlamentares; abordagens nos aeroportos, outdoors em pontos estratégicos de grande concentração de pessoas e nas vias que dão acesso aos aeroportos. Pedimos ainda muita pressão em volta dos parlamentares para que não votem a favor da aprovação da malfadada reforma que, para a Fenajud, é um verdadeiro desmonte  do direito de aposentadoria dos trabalhadores brasileiros”.
 
O senador Paulo Paim (PT/RS) presidiu a mesa de debates e reafirmou seu compromisso na luta pela manutenção e respeito da Previdência Social que, segundo ele, “é do povo”.
 
A deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ) também participou do evento e destacou a importância de esclarecer para a população todos os impactos que a reforma da Previdência pode trazer, além da quebra de direitos que representa a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/16. “Os brasileiros não merecem tamanho desrespeito por parte do governo”, acrescentou Feghali.
 
A Frente Parlamentar aproveitou a ocasião para lançar o novo vídeo, com a participação da Fenajud, sobre o resultado do trabalho da CPI da Previdência, que revela a verdade sobre a Previdência Social para toda a sociedade (assista aqui).
 
Relembre
 
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Previdência aprovou em 25/10, por unanimidade, relatório dos trabalhos que revelaram que a Previdência Social não tem deficit. Os dados desmentem as afirmações do Executivo, ao revelar que a Seguridade Social é sustentável (veja aqui).
 
Versão para Impressão
© 2007 - FENAJUD. Todos os direitos reservados.
Endereço: SCS, Qd. 01, Bc. K, Ed Denasa, 9º andar, salas 901 e 902 - Brasília DF - CEP 70398-900 | Telefone: (61) 3321-5349 | (61) 3321-0242
Desenvolvimento: Techblu.com.